4

A realização de um sonho "quase" impossível!

E o tempo passou ......
Depois de tanta dedicação, doação, abdicação e amor enxergamos como nossa vida é louca e corrida, que vivemos em função de datas, horários, temas, pessoas que chegam e ficam... outras que chegam e se vão numa rotina insana suportada por poucos.
Por mais glamuroso que possa parecer visto de fora eu asseguro que do lado de cá o tempo se perde antes mesmo dessas idéias se tornar uma verdade.
Com tudo isso veio a necessidade de algo mais ... algo que não nos fizesse desistir, algo mais que nos motivasse, algo mais para sonhar, algo mais como se toda essa loucura não fosse o bastante.
Num impulso lá estávamos procurando algo sem ter certeza do que ... nos pegávamos dando voltas e mais voltas na cidade como se o que procurássemos estivesse nas ruas.
Depois de tanta busca e procura pelo que não sabíamos ao certo o que era ...Encontramos!

Ahhh que sensação maravilhosa, um lugar para chamar de “nosso”, um lugar para expor nossas idéias de forma ordeira e organizada, um lugar para receber nossas clientes amadas, um lugar para compor nossas artes, um lugar para viajar, mais e mais e mais ....
É isso mesmo o Ateliê Fazendo Arti agora tem um endereço!
E não sei escrever, descrever o que isso significa para nós ... só sei dizer que “a força de nossos sonhos é tão forte que nunca nossas mãos estão vazias ...”

Sonhar mais um sonho impossível lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável romper a incabível prisão
Voar num limite improvável tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz


E amanhã se este chão que eu beijei for meu leito e perdão
Vou saber que valeu delirar e morrer de paixão

E assim, seja lá como for vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor brotar do impossível chão.


 Bjs, Lu!

Blog Widget by LinkWithin

4 comentários:

Postar um comentário